08:00 às 19:00h

Segunda – Sexta

(11) 5572-0068

Telefone

Ergoespirometria

A ergoespirometria, também conhecida como Teste de Capacidade Cardiopulmonar, realiza uma avaliação integrada das respostas cardiovasculares, respiratórias e metabólicas de um indivíduo durante atividade física.

Na Clínica Dr. Sun, o exame é realizado em uma sala especializada, com uma esteira profissional e aparelhos médicos que realizam leituras de eletrocardiograma e trocas gasosas realizadas a cada respiração. (Inserir fotos do nosso espaço da ergo) O objetivo é avaliar como o corpo do paciente responde ao esforço físico, sendo indicado tanto para avaliação do quadro geral do paciente, podendo identificar problemas cardiovasculares , como para acompanhamento de evolução de atletas amadores ou profissionais.
  • Na Clínica Dr. Sun, o exame é realizado por um cardiologista e suporte de equipe de enfermagem. É permitida a presença de um profissional de educação física para acompanhar o exame, caso seja escolha do paciente que procura melhorar seu desempenho.
  • Os principais parâmetros levantados na ergoespirometria são: VO2 máximo (consumo máximo de oxigênio), limiares ventilatórios, avaliação de eficiência ventilatória e as variáveis hemodinâmicas para avaliação de isquemia miocárdica e risco de infarto.

    O que é cada um desses indicadores:

    VO2 máximo: é a leitura do máximo de O2 que as células do paciente conseguem utilizar, independente do aumento do esforço físico. Ou seja, a capacidade máxima de consumo de oxigênio e geração de energia pelo corpo inteiro, sendo uma análise do trabalho conjunto de sistema respiratório, circulatório e capacidade celular.
    Apesar de ser um indicar que reduz naturalmente de acordo com a idade do paciente, o VO2 máximo abaixo da média é um preditor de doenças cardiorrespiratória. Para atletas, este índice ajuda a compor um quadro de performance e avaliar o atleta entre períodos evolutivos.

    Limiares ventilatórios e avaliação de eficiência ventilatória:

    Diferente do VO2 máximo, que é um retrato de todos os sistemas trabalhando em conjunto, os limiares ventilatórios dizem especificamente sobre a capacidade de trocas gasosas do paciente, através da análise de comportamento ventilatório, consumo de oxigênio e produção de gás carbônico. Existem dois limiares ventilatórios que são identificados na ergoespirometria: o limiar anaeróbico (L1) e o ponto de compensação respiratória (L2), que são pontos de capacidade de troca gasosa e fornecimento de energia.

    Os limiares ventilatórios determinam três fases de intensidade de treinamento: zona 1, de baixa intensidade (abaixo do L1, quando o paciente está consumindo mais oxigênio do que o necessário para o esforço); zona 2, de média intensidade (entre L1 e L2, quando o paciente passa a produzir mais gás carbônico e o corpo deve responder aumentando o esforço do sistema cardiorrespiratório); e zona 3, de alta intensidade (acima do L2, quando o paciente está produzindo mais gás carbônico do que consegue consumir oxigênio e os níveis de lactato sanguíneo aumentam drasticamente). A identificação de zonas de treinamento possibilita a prescrição individualizada e mais segura ao praticante, seja ele inativo, atleta ou cardiopata.

    Variáveis hemodinâmicas:

    assim como parte do exame avalia especificamente sobre as trocas gasosas, outros parâmetros são voltados para a análise do sistema cardíaco durante o esforço, sendo uma forma segura de avaliar e diagnosticar isquemia de coração e outras patologias. No caso de pacientes que já possuem condição cardíaca diagnosticada, o exame é essencial para prescrição de exercícios com segurança.

O exame pode ser solicitado para avaliação de qualquer sintoma cardiorrespiratório, assim como uma forma de acompanhar o desempenho e desenvolvimento de um atleta.

  • O exame geralmente acontece dentro de 60 minutos, mas pode variar de acordo com o perfil do paciente e avaliação desejada. Atletas de esportes de resistência, como maratonistas, podem avaliar seu desempenho durante sessões mais longas.

  • Por ser um exame que precisa encontrar o ponto de esforço máximo do sistema cardiorrespiratório, a ergoespirometria sempre tem os seus riscos. Por isso, na Clínica Dr. Sun o exame só é realizado com a presença de um cardiologista, que interromperá o exame caso o ecocardiograma indique algum mal estar. Uma equipe de enfermagem também fica a postos com todo o equipamento necessário para socorrer qualquer ocorrência.


Nosso material tem como único objetivo fornecer informações e não deve ser utilizado para realizar autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Em caso de dúvidas, consulte um médico.


©2021 – CLÍNICA DR. SUN ::: Rua Pedro de Toledo, 980 – cjs. 35, 36, 85, 91, 124, 125, 126, 132 e 133 – V. Clementino –  São Paulo – SP  CEP 04039-002
São Paulo – SP ::: TEL: (11) 5572-0068        –     Politica de Privacidade